Compre online

Browse By

ilha-do-ceu

Lançamento: Ilha de Céu (Karma Dharma)

Porto Alegre já foi uma das principais capitais musicais do país e ficou conhecida durante muito tempo como um dos celeiros de importantes bandas do rock no Brasil. Entre altos e baixos, a cena que já alcançou outras fronteiras em suas melhores fases vem se (re)erguendo dentro de uma nova lógica da música, ganhando novos selos, coletivos, espaços de shows e também novas bandas. Algumas já mostraram a que vieram, e outras surgem como promessas interessantes para serem acompanhadas. Dessa novíssima safra, algumas são realmente muito novas, como é o caso dos porto-alegrenses da Karma Dharma que lançam hoje, com exclusividade pelo New Yeah, o seu primeiro EP, Ilha de Céu.

Gabriel Islaz (voz e guitarra), Anderson Braff (baixo), Ricardo de Carli (bateria) e Cris Corrêa (guitarra, voz e efeitos) são amigos que, desde muito cedo, sempre se envolveram de alguma forma com a música, fosse montando bandas de finais de semana, fosse gravando sons por conta própria para ninguém ouvir depois. Foi só quando começaram a ter contato com outras bandas, coletivos e artistas que também estavam fazendo a sua arte por Porto Alegre que eles entenderam as possibilidades que poderiam acumular se efetuassem uma união organizada em torno de um projeto mais bem trabalhado.

O interessante da banda é que ela é orgânica deste novo meio que Porto Alegre tem se mostrado nos últimos tempos. Já distante da realidade analógica que expelia bandas nacionalmente visíveis em décadas passadas, amplificadas pela ação de gravadoras bancadas por majors ou por grandes players brasileiros de comunicação (no Rio Grande do Sul, teve especial papel a gravadora Orbeat Music, pertencente ao Grupo RBS), a cidade hoje se organiza em pequenos grupos de ação local com poder de circulação inter-regional baseado em redes de colaboração. Foi assim que os atuais principais nomes da música no estado construíram a sua rodagem, e são estes grupos montados nessa nova ambiência que escorrem para dentro da sonoridade da Karma Dharma, sinalizando que a cena já é capaz de se retroalimentar.

Todas as faixas do EP foram gravadas em uma ponte entre a casa dos integrantes e o estúdio Casinha, o mesmo onde bandas como Supervão e Soundligths também produziram seus trabalhos. Mixagem, edição e masterização ficaram por conta de Bernard Simon Barbosa e Rodrigo Messias, integrantes de Nacional Riviera e Missing Takes. Em som e em processo, Ilha de Céu resulta de uma química que paira sobre Porto Alegre. No som, especificamente, há ainda referências claras a nomes que passaram pela cidade nos últimos tempos e deixaram algo de construtivo, o que percebe-se no experimentalismo à Boogarins e nas guitarras e sintetizadores à Mac DeMarco.

Em um panorama geral, Ilha de Céu é um primeiro lançamento de uma banda ainda em processo de se autoconhecer, que já visualiza o caminho das pedras aberto por outros nomes e que define aos poucos a sua identidade para definir quais caminhos a própria Karma Dharma vai querer abrir. Um disco curto que é quase um relatório de meio do caminho, mas já com a qualidade absorvida dos arredores que a banda faz questão de proclamar.

Ouça o disco completo logo abaixo e, se você for de Porto Alegre, confira de perto o lançamento do EP no próximo dia 16 de novembro no Oculto, em mais uma edição do Superquintas; nesta data, ao lado dos veteranos da Siléste.